No mundo todo, temos visto um movimento de diversas nações rumo à descarbonização.

Essa, sem dúvidas, é uma tendência global que entrou na pauta de muitas empresas.

Com isso, eleva-se a preocupação das organizações em cumprir os critérios ESG em suas operações, de forma a concretizar uma agenda verde e que dê um significado mais maduro à economia. Trata-se, portanto, de um dos temas mais relevantes da atualidade.

Não é à toa que a descarbonização se tornou um dos processos essenciais para combater o aquecimento global. No entanto, para conseguir desacelerar esse aquecimento, a mudança na matriz energética é uma das premissas mais importantes e necessárias para barrar as emissões de carbono no planeta.

Saiba mais!

clique para consultar nossos especialista sobre RECs

Descarbonização e o planejamento para a ampliação da matriz energética

Para isso, um planejamento da ampliação da matriz energética se faz necessário.

Porém, substituir a matriz atual, a qual ainda é dependente de uma matriz fóssil e recorre constantemente ao uso do carvão, é algo que não acontecerá imediatamente.

De acordo com o estudo “Os Desafios da Descarbonização de 2030”, para uma transição energética responsável, que não afete a demanda atual de energia, precisamos:

  • Aumentar a eletrificação;
  • Investir no uso amplo de energias renováveis;
  • E intensificar as medidas e eficiência energética.

Um esforço conjunto pelo bem do planeta

De forma geral, ao planejar tais transformações deve levar-se em consideração uma série de mudanças, inclusive para os diversos setores da economia.

A adaptação requer, acima de tudo, superar desafios técnicos e de infraestrutura, além de investimentos e um cronograma de médio e longo prazos para que essa mudança seja sustentável e facilite a evolução das empresas nesse sentido.

De forma a dar suporte, nós já contamos com inovações capazes de apoiar o processo de descarbonização global, em especial no Brasil; uma potência de energias renováveis.

No entanto, para que a transição energética seja uma realidade ainda mais próxima, necessita-se do desenvolvimento de novos portadores de energia, bem como melhorar a eficiência energética, reduzir as emissões e criar novos mercados para o carbono.

Aqueles que desejam investir no segmento de renováveis, certamente, vão encontrar no mercado livre de energia boas oportunidades.

Com isso, espera-se uma mudança de atitude mais rápida e consistente por parte das empresas, através de uma cultura avançada de sustentabilidade.

Deseja preparar sua empresa para a transição energética?

Fale agora mesmo com um dos executivos da Ecom Energia. Preencha o formulário e saiba mais sobre como podemos atender sua demanda com energias renováveis.