Busca Eterna pela Redução de Custo

É verdade que estamos num processo de saída da maior crise econômica da história do Brasil. Nos momentos de crise é que olhamos aqueles espaços em nossos orçamentos onde podemos cortar o máximo de custos para equilibrá-los dentro de uma realidade recessiva.

Pois bem, contudo, não podemos esquecer que é gastando menos que ganhamos mais. Independente dos períodos econômicos, de maior ou menor fartura, precisamos sempre estar atentos ao custo do nosso dia a dia. E o setor elétrico, nos últimos 20 anos, vem contribuindo muito com essa possibilidade importante de redução de um custo que, na maioria dos casos, está entre os três maiores no orçamento.

Atualmente, o consumidor tem várias formas de buscar economia a partir da redução do custo com energia elétrica. No passado estávamos limitados a receber a fatura de energia enviada pela concessionária e não tínhamos como questionar nada. Na verdade, muitas vezes, ficávamos ou, ainda ficamos, muito chateados com o alto valor. Contudo, não havia outra saída senão pagá-la.

Pois bem, desde 1995, com a primeira regulamentação do Mercado Livre de Energia Elétrica, qualquer consumidor potencialmente livre tem a opção de escolher se continua no ACR (Ambiente de Contratação Regulada), com seus preços determinados pelo órgão regulador (Aneel), ou se migra para o chamado ACL (Ambiente de Contratação Livre), onde o consumidor é livre para escolher o seu vendedor de energia. Tal escolha traz uma possibilidade de economia que pode chegar a 40% do seu custo em relação ao ACR, uma economia representativa frente ao alto custo da energia elétrica no Brasil.

O setor elétrico brasileiro, independente dos percalços dos últimos anos, vem evoluindo muito quanto à concorrência e inteligência de mercado. Podemos usar como exemplo a nova modalidade de geração de energia, que além de atender também aos pequenos comércios e até residências, está baseada na geração de energia oriunda de fontes renováveis, uma tendência muito valorizada pela sociedade atualmente. Essa modalidade foi regulamentada em dezembro de 2016 e permite que consumidores de média e baixa tensão possam compartilhar usinas instaladas na mesma região da sua distribuidora e, sem nenhum investimento financeiro, podem economizar até 25% nas contas de luz mensais.

Pioneira no mercado de energia elétrica brasileiro, a Ecom Energia é a melhor opção para sua empresa, comércio ou até residência buscar a maior redução do custo com energia elétrica. Nossa mesa de trading está entre as cinco maiores do Brasil, nossa área de gestão de portfólio de energia é altamente capacitada para atender clientes de qualquer atividade econômica, desde os maiores consumidores de energia até aqueles onde o consumo não é o maior custo apurado. Com a nossa área de Geração Distribuída conseguimos apresentar soluções de redução de custo através de fontes renováveis de geração de energia, inclusive para pontos de consumo residenciais.

Consulte nossos especialistas, você irá se surpreender!