Alternativas de Financiamento em projetos de Geração Distribuída

A Resolução Normativa (REN) 482 de 2012, regulamentou a micro e mini geração de energia no Brasil e, com ela, consumidores de baixa tensão, residenciais e comerciais, passaram a ter acesso a projetos de geração de energia. O Mercado de Geração de Distribuída vivenciou um crescimento acelerado nos últimos anos, chegando, atualmente, a 18.691 unidades de consumo conectadas em GD, responsável por uma geração de 181.750,00 kW.

Muito embora o mercado de GD apresente um crescimento relevante em unidades conectadas, principalmente em GD junto à carga, um desenvolvimento mais representativo no volume de geração de energia ainda tem uma barreira: as alternativas de financiamento para a implantação dos projetos. Abaixo, apresentamos as principais alternativas de financiamentos para ativos de geração em projetos de geração distribuída:

Como é possível observar, as melhores alternativas em termos de custos financeiros, são as modalidades ofertadas por agentes estatais como BNB, BNDES, FCO e BB. Porém, existem barreiras significativas para o efetivo acesso a essas linhas. O BNDES, por exemplo, financia apenas produção de conteúdo nacional, o que inviabiliza a implantação de sistema solares, os quais, no momento, são importados.

Além disso são exigidas garantias robustas sobre o endividamento pretendido e existe uma grande burocracia para obter a aprovação dos projetos nestes agentes financeiros. Já os demais agentes do mercado possuem pouco conhecimento da tecnologia e dos riscos envolvidos e, por isso, ainda avaliam de forma tímida os projetos de geração.

Neste cenário de mercado, o acesso aos financiamentos disponíveis é oneroso e possui elevado tempo de maturação até a efetiva liberação, ocasionando significativos atrasos no desenvolvimento dos projetos.

As empresas que possuem unidades de consumo em baixa tensão e pretendem investir em geração distribuída, obtendo assim benefícios econômicos relevantes, têm como alternativa a contratação de empresas especializadas no desenvolvimento de projetos de geração distribuída.

A Ecom Energia atua há 15 anos no mercado livre de energia, gerenciando com sucesso mais de 600 unidades consumidoras, tendo sido responsável pela comercialização de mais de 65 milhões de MWh de energia. Temos ampla experiência, know how e estrutura para atuar junto aos seus clientes como desenvolvedor e estruturador de projetos de geração distribuída, possuindo em seu portfólio modelos de negócios flexíveis, desenvolvendo GD nas modalidades de aluguel, leasing ou BOT. Dessa forma, o cliente poderá se eximir da necessidade de buscar financiamentos no mercado, acessando apenas os benefícios da geração distribuída, com fontes renováveis, em suas unidades de consumo.

Converse com nossos especialistas.